quinta, 14 de novembro de 2019. 18:05
<div class='trigger trigger_error'><b>Erro na Linha: #30 ::</b> Undefined variable: Pos<br><small>/home/serjaobl/public_html/themes/serjao_blog2/artigo.php</small><span class='ajax_close'></span></div>

Felipe Neto expõe vídeo de Silvio Santos perguntando a uma menininha: “você prefere sexo, poder ou dinheiro?”

2019-10-06 16:47:00, Por: Sergio Marcos

Felipe Neto expõe vídeo de Silvio Santos perguntando a uma menininha: “você prefere sexo, poder ou dinheiro?”

Foto:Divulgação

O blogueiro Felipe Neto postou vídeo neste sábado (5) onde mostra o apresentador Sílvio Santos perguntando a uma criança: “Débora, o que você acha melhor, sexo, poder ou dinheiro?”.

A pergunta foi seguida de risos e aplausos da plateia.

No post, o blogueiro ainda afirma: “quem não falou absolutamente nada? Crivella Malafaia Deputados do PSL Família Bolsonaro Psicóloga que falou que sou má influência Silêncio…”

“Um senhor de 88 anos pergunta para uma criancinha: “você prefere sexo, poder ou dinheiro?” Na TV aberta! Adivinha quem não falou absolutamente nada? Crivella Malafaia Deputados do PSL Família Bolsonaro Psicóloga que falou que sou má influência Silêncio…”.

A filósofa e ex-candidata ao governo do Rio de Janeiro, Marcia Tiburi, considerou “assédio pedófilo” o ato do apresentador Sílvio Santos.

Miss infantil

Um concurso de miss infantil promovido na semana passada pelo programa Sílvio Santos, no SBT, será investigado pelo Ministério Público do Trabalho (MPT) em São Paulo e pela Promotoria de Justiça de Osasco. O concurso, que foi televisionado no dia 22 de setembro, recebeu inúmeras críticas e repercussões negativas, caso da nota de repúdio divulgada pelo Instituto de Psiquiatria da Universidade de São Paulo (USP).

 
A procuradora do MPT Ana Maria Vila Real, coordenadora nacional de Combate à Exploração da Criança e do Adolescente (Coordinfância), disse que, em situações como essa, “as crianças podem estar sujeitas à erotização e sexualização precoces, a situações adultas, a desgastes emocionais, constrangimentos e exposições”. A Promotoria de Justiça de Osasco também instaurou inquérito civil e requisitou informações à emissora. A investigação está sob sigilo.

CTR Craíbas