quinta, 18 de julho de 2019. 18:15
<div class='trigger trigger_error'><b>Erro na Linha: #30 ::</b> Undefined variable: Pos<br><small>/home/serjaobl/public_html/themes/serjao_blog2/artigo.php</small><span class='ajax_close'></span></div>

4ªDRP e 62ºDP de Craíbas, cumpriu mandado de prisão contra o funcionário público Alex Carlos

2019-05-08 14:39:00, Por: Sergio Marcos

Foto: Alex Carlos Valentino de Melo

Uma operação da Polícia Civil de Alagoas, coordenada pelo delegado regional de Arapiraca, Igor Diego Vilela Costa, com apoio do núcleo de inteligência e das equipes da 4ªDRP e 62ºDP de Craíbas, cumpriu na manhã de hoje um mandado de prisão preventiva contra o funcionário público Alex Carlos Valentino de Melo (36 anos de idade), o qual é servidor efetivo da Prefeitura de Craíbas há 17 anos, pois foi nomeado em 2002, onde fez concurso para o cargo de “office boy” mas trabalhava no setor de tributos.

PUBLICIDADE 

Na manhã de hoje, Alex foi localizado e preso na casa de sua sogra no bairro Alto do Cruzeiro em Arapiraca, contra o mesmo pesa a acusação de crimes contra a Administração Pública, mais precisamente o delito de peculato apropriação, uma vez que Alex se apropriava indevidamente do dinheiro relativo ao imposto recolhido pela agência do Bradesco no período compreendido entre janeiro de 2012 a janeiro de 2019.

Alex arrecadava o imposto na própria agência e pegava em mãos o dinheiro referente ao tributo fornecendo, em contrapartida, recibos assinados por ele da quantia arrecadada mensalmente, porém, esse dinheiro nunca entrou nos cofres da Prefeitura.

O inquérito foi instaurado pela Delegacia de Craíbas e no decorrer das investigações o delegado representou pela prisão preventiva de Alex Valentino, tendo em vista o vasto conjunto probatório em desfavor do mesmo, bem como a fim de evitar mais prejuízos para os cofres públicos, portanto, a prisão foi decretada de imediato pelo Juiz de Direito, Dr. Alfredo dos Santos Mesquita, da 5ª Vara Criminal da Comarca de Arapiraca.

A partir do depoimento de Alex, colhido na manhã de hoje, a investigação continua para apurar a suposta participação de outros servidores públicos no esquema de desvio do imposto sobre serviços na Prefeitura de Craíbas e a responsabilidade dos gestores da Secretaria de Finanças.

Portanto, outras pessoas poderão ser ouvidas nos próximos dias para fortalecer ainda mais as provas dos autos do inquérito policial em andamento.

O delegado agradeceu a parceria e o empenho dos membros do Poder Judiciário, Ministério Público e da Polícia Civil de Alagoas para que essa operação fosse realizada com sucesso.

CTR Craíbas