domingo, 16 de junho de 2019. 06:13
<div class='trigger trigger_error'><b>Erro na Linha: #30 ::</b> Undefined variable: Pos<br><small>/home/serjaobl/public_html/themes/serjao_blog2/artigo.php</small><span class='ajax_close'></span></div>

ADEAL VIVE UM NOVO MOMENTO PARTICIPANDO E INTENSIFICANDO AS AÇÕES DO ORGÃO

2019-05-23 08:47:00, Por: Sergio Marcos

ADEAL VIVE UM NOVO MOMENTO PARTICIPANDO E INTENSIFICANDO AS AÇÕES DO ORGÃO

Foto: Divulgação

A ADEAL - (Agência de Defesa e Inspeção Agropecuária de Alagoas), vive um novo momento com a chegada do novo Diretor Presidente, Dr. Carlos Alberto Pinheiro de Mendonça Neto. Pois já está fazendo diferença nas ações rescentes realizadas em Alagoas, precisamente no município de Arapiraca, desmantelando dois dos vários pontos de abate clandestino. Livrando a sociedade arapiranquense de consumir carne bovina de valor nutricional duvidoso.

Vale ressaltar e lembrar a sociedade alagoana e arapiraquense que estes animais abatidos clandestinamente podem está com brucelose ou tuberculose. E quando abatidos em locais com inspenção estas carcaças (animais), podem ser condenadas. O Abate clandestino é crime, é danoso a saúde pública e certamente é uma bandeira que é defendida pela nova ADEAL, com sua nova presidência e equipe.

Esse desmantelamento dos pontos de abate clandestino realizado em Arapiraca, que resultou em quatro animais mortos e oito vivos, ainda no veículo. Esse ponto, foi na comunidade fazenda Guaribas. O outro ponto foi no Olho Dàgua dos Cazuzinhas, foi encontrado três animais mortos e ainda agonizando, e cinco vivos no veículo. Os animais senhores e senhoras, são abatidos na força da marreta. Vários golpes são dados na cabeça do animal. O animal cai em chão batido, nenhum tipo de higiene tem, em um ambiente escuro, feio e hostil.

Para fazer a DENÚNCIA ANÔNIMA,  basta ligar ou enviar uma mensagem de texto para o telefone do Canal #FaleComOPresidente: 82 98109-5809. Sua identidade será preservada. Ou 181.

A ADEAL recebe a denúncia, faz um levantamento por parte para fazer a operação, começando por investigação  através do setor de inteligência do orgão, sobre a localização, quantidade de animais abatidos, horário para abordar o flagrante, solicita sempre o apôio do IMA e do 3º BPM, para dar suporte e a garantia da conclusão da ação preservando a segurança de todos os envolvidos. A Adeal, agradece aos homens do 3º BPM por sempre atender quando solicitado solicitado. Um parceiro de primeira hora contra a  o abate clandestino.

A Operação em Arapiraca, contou com a coordenação direta in loco, com o Diretor Presidente Dr. Carlos Alberto Pinheiro de Mendonça Neto e sua equipe. Com essa ação, Arapiraca amanheceu com menos duas toneladas de carne oriundo do abate clandestino na mesa da população alagoana.

Parabéns a ADEAL, IMA e 3º BPM. Os arapiraquenses agradecem e esperam por mais ações. Pois é sabido que existe mais pontos de abate clandestino no município para ser desmantelado.

 

 

CTR Craíbas