segunda, 18 de maro de 2019. 17:12
<div class='trigger trigger_error'><b>Erro na Linha: #30 ::</b> Undefined variable: Pos<br><small>/home/serjaobl/public_html/themes/serjao_blog2/artigo.php</small><span class='ajax_close'></span></div>

Amigo diz que Sala não queria entrar em avião, culpa empresário e diz que jogador foi obrigado a voar

2019-02-05 20:08:00, Por: Sergio Marcos

Amigo diz que Sala não queria entrar em avião, culpa empresário e diz que jogador foi obrigado a voar

Foto: Divulgação

Algumas respostas começam a aparecer no caso do desaparecimento do avião em que estava o jogador Emiliano Sala, mas a angústia de pessoas próximas a ele não diminui. Nesta segunda-feira, Maximiliano Duarte, amigo do jogador, deu declarações fortes em entrevista a uma televisão argentina.

“Há uma grande verdade em tudo isso e ela é que há um culpado em tudo isso. Porque Emiliano nunca quis entrar naquele avião. São as obrigações que ele tinha, que vai aceitando porque é um jogador profissional”, disse.

“Obrigaram a Emi a entrar naquele avião”, completou, dizendo ainda que recomendou o amigo a não voar.

“Claro que disse para não voar. Te digo porque também fui jogador. O aconselhei a encostar e descansar um pouco, acordar cedo, tomar café da manhã e chegar bem descansado. Viajar de noite, nessas condições que estavam quando Emi viajou, foi uma coisa totalmente obrigada”, disse.

As acusações de Maximiliano Duarte têm um alvo: Willie McKay, empresário do jogador. Foi ele quem arranjou todos os preparativos para a viagem de Nantes a Cardiff, inclusive fazendo parte na escolha do avião.

O avião de Sala desapareceu no dia 22 de janeiro, quando ele voltava da França para o País de Gales, onde jogaria pelo Cardiff.

No dia 24 de janeiro, os serviços de resgate de Guernsey, ilha localizada na parte britânica do Canal da Mancha, encerraram as buscas pelo avião onde viajava o jogador argentino Emiliano Sala. A procura foi retomada por uma empresa privada, com pagamento feito pela própria família do jogador.

Neste domingo, as novas buscas finalmente encontraram o avião no fundo do mar no Canal da Mancha. Nesta segunda-feira veio a confirmação de que pelo menos um corpo está no local. Os planos para o resgate tanto do corpo quanto da aeronave ainda estão em andamento.

CTR Craíbas