quinta, 12 de dezembro de 2019. 22:53
<div class='trigger trigger_error'><b>Erro na Linha: #30 ::</b> Undefined variable: Pos<br><small>/home/serjaobl/public_html/themes/serjao_blog2/artigo.php</small><span class='ajax_close'></span></div>

Arapiraca terá Ouvidorias Locais de Saúde

2019-11-01 09:53:00, Por: Sergio Marcos

fOTO: dIVULGAÇÃO

A Prefeitura de Arapiraca inicia o projeto de implantação das Ouvidorias Locais de Saúde, no Centro de Atenção Psicossocial Nise da Silveira (Caps). E a proposta do Município, através da Secretaria de Saúde, é levar o serviço a 100% das  Unidades Básicas de Saúde e Centros Especializados de Arapiraca.

A Ouvidoria é o setor responsável por receber reclamações, denúncias, sugestões, elogios e demais manifestações dos cidadãos quanto aos serviços e atendimentos prestados pelo SUS. E tem o papel de funcionar  como um canal de mediação entre a população e o setor público.

De acordo com Emmanuelle Costa, superintendente de Planejamento Estratégico e Gestão Participativa, Arapiraca já possui o serviço de Ouvidoria-Geral do SUS, mas quer fortalecer esse trabalho. Por isso, está iniciando a implantação da Ouvidoria Local de Saúde com o projeto piloto, começando pelo Caps Nise da Silveira, que recentemente mudou de endereço e está funcionando em espaço mais adequado e confortável para usuários e funcionários, no bairro Jardim Tropical. 

“O objetivo principal da Ouvidoria Local é aproximar a população ainda mais desse serviço, que é importante ferramenta de participação da sociedade.  E com representantes nas próprias unidades de saúde permite mais agilidade no encaminhamento  e respostas às demandas”, destacou a superintendente.

Foto: Divulgação

A superintendente  explica que o trabalho está sendo realizado pelas assistentes sociais, após período de capacitação para desempenhar a função, que exige preparo para atuar mediante cada demanda, que necessita um tratamento e um  encaminhamento para dar respostas aos cidadãos.

Para a assistente social Larissy Emmily Saturnino, a implantação da Ouvidoria Local do SUS é um avanço e uma conquista. “Um importante espaço de participação social e um avanço para o Município e o Caps, que também foi a primeira Unidade Especializada  a implantar o Conselho Gestor. Essas conquistas promovem a aproximação dos usuários e familiares, além de fortalecer  o controle social na unidade”, afirmou.

Ela ainda explica que a ouvidoria vai funcionar de duas formas: presencial, com a atuação das duas assistentes sociais do Caps; e  através de formulário, que deve ser preenchido e depositado na caixa da Ouvidoria Local.

 

CTR Craíbas