quinta, 22 de agosto de 2019. 10:51
<div class='trigger trigger_error'><b>Erro na Linha: #30 ::</b> Undefined variable: Pos<br><small>/home/serjaobl/public_html/themes/serjao_blog2/artigo.php</small><span class='ajax_close'></span></div>

Bem diferente do que é divulgado pelo governo estadual, Alagoas ainda é um estado violento

2019-06-05 16:13:00, Por: Sergio Marcos

Foto: Divulgação

ltado de um estudo divulgado pelo Atlas da Violência, e realizado pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) e Fórum Brasileiro de Segurança Pública em parceria com o portal G1 e divulgado nesta quarta-feira 5, revela que Alagoas é o 5º estado brasileiro onde mais se mata negros no Brasil.

Alagoas, ainda conforme os dados, registrou as mortes de 67,9 a cada 100 mil habitantes negros.

Outro dado revelado pela pesquisa é que a maioria das vítimas assassinadas são jovens do sexo masculino, com idades entre 15 e 29 anos.

A taxa de homicídios de negros mortos no país foi de 43,1, enquanto que a taxa de não negros (brancos, amarelos e indígenas) foi de 16.

Na mesma pesquisa foi revelado que no ano passado Alagoas registrou as mortes de 53,7 a cada 100 mil habitantes, o que significa um total de 1.813 homicídios. As vítimas foram jovens do sexo masculino, com idades entre 15 e 29 anos.


Mesmo sendo um dos mais violentos para jovens do sexo masculino entre 15 e 29 anos, e se comparado aos dados com o ano de 2016, a pesquisa revela ainda que houve uma redução de 0,9%. Nos dois cenários, Alagoas têm a quarta maior taxa de homicídios em relação aos demais do ranking. No Brasil, o índice geral é de 31,6.  Em relação aos demais estados brasileiros, o estado ficou em 7º lugar. Alagoas só fica atrás do Rio Grande do Norte (87), Ceará (75,6), Pernambuco (73,2) e Sergipe (68,8).

 

Conforme o levantamento, este índice demonstra um aprofundamento da desigualdade racial nos indicadores de violência letal no Brasil. Em 2017, 75,5% das vítimas de homicídios foram indivíduos negros (a soma de pretos e pardos, segundo a classificação do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), que também é utilizada pelo sistema do Ministério da Saúde.

 

CTR Craíbas