domingo, 16 de junho de 2019. 06:03
<div class='trigger trigger_error'><b>Erro na Linha: #30 ::</b> Undefined variable: Pos<br><small>/home/serjaobl/public_html/themes/serjao_blog2/artigo.php</small><span class='ajax_close'></span></div>

Brasil vence Jamaica por 3 x 0

2019-06-09 15:28:00, Por: Sergio Marcos

Brasil vence Jamaica por 3 x 0

A artilheira marcou todos os gols da vitória da seleção canarinha

 

O Brasil fez uma grande partida na estreia da Copa do Mundo Feminina. Com show de Cristiane, que marcou um ‘hat-trick’, a seleção canarinha fez 3 a 0 na Jamaica e assumiu a liderança do grupo C da competição - no primeiro tempo Andressa Alves ainda desperdiçou uma penalidade. Além disso, manteve 100% de aproveitamento em estreias de mundiais. Desde 1991, sempre vence o seu primeiro jogo pela competição.

Com o resultado, a equipe comandada pelo técnico Vadão assumiu a liderança do grupo C pelo critério de saldo de gols - no outro duelo, a Itália venceu a Austrália por 2 a 1. Agora, a seleção brasileira volta sua preparação para entrar em campo quinta-feira, às 13h (Brasília) contra a Austrália, em Reims, pela segunda rodada da competição.

O JOGO
O Brasil não contou com Marta na partida, ausente por conta de desconforto muscular na coxa esquerda. Na meta, teve a goleira pernambucana Bárbara. E, ao menos neste primeiro jogo, pode-se dizer que não sentiu falta da camisa 10. O jogo, aliás, registrou o sétimo mundial consecutivo de Formiga - um recorde, nenhum jogador ou jogadora detém essa marca.

A partida foi de domínio absoluto da seleção brasileira, desde o começo. Nos primeiros 15 minutos, teve quatro escanteios e 66% de posse de bola. No ataque, a seleção contou com um quarteto que se movimentava a todo instante para criar jogadas visando a atacante Cristiane, jogadora da linha ofensiva que atuou mais centralizada.

As melhores jogadas da seleção surgiram desta forma. Com Andressa Alves ora jogando pelo meio, ora pelos lados, o Brasil começou a exigir da goleira Schneider. Aos sete minutos, Andressa Alves recebeu no meio e fez grande lançamento para Debinha, que entrou cara a cara e tentou driblar a camisa 1 jamaicana, mas foi interceptada em cima da hora.

Na jogada seguinte, Andressa Alves aparece cobrando falta na área e encontrando Mônica, que finalizou para fora. E, de tanto martelar, o Brasil abriu o placar. Novamente em cruzamento lateral de Andressa Alves, mas desta vez com a bola rolando, Cristiane subiu e cabeceou bonito para o fundo das redes, sem chances de defesa.

Apesar do gol, o Brasil seguiu jogando com alta intensidade. E, no lance seguinte, por pouco não ampliou o placar. Mais uma vez Andressa Alves lançando para Debinha, que entrou na área e finalizou forte, mas parou em Schneider.

Bárbara só foi exigida na partida aos 30 minutos. Em boa finalização de fora da área, a camisa 1 do Brasil espalmou bem para escanteio. Sem conseguir criar chances pelo meio, as jamaicanas tentavam jogadas laterais com cruzamento, mas a defesa do Brasil estava bem e conseguiu afastar todas.

Mantendo a pressão, o Brasil desperdiçou uma grande chance de abrir o placar. Aos 36, a arbitragem marcou pênalti para a seleção após cruzamento de Leticia bater no braço de Swaby. Na cobrança, Andressa Alves chutou rasteiro, no canto, mas Schneider defendeu.

CTR Craíbas