tera, 25 de junho de 2019. 05:38
<div class='trigger trigger_error'><b>Erro na Linha: #30 ::</b> Undefined variable: Pos<br><small>/home/serjaobl/public_html/themes/serjao_blog2/artigo.php</small><span class='ajax_close'></span></div>

Espaçonave japonesa Hayabusa2 tira fotos a 851 metros do asteroide Ryugu

2018-08-08 09:03:00, Por: Sergio Marcos

Espaçonave japonesa Hayabusa2 tira fotos a 851 metros do asteroide Ryugu

Foto: Divulgação

espaço nave japonesa Hayabusa2 tirou o primeiro close do Ryugu, o asteroide do qual deve coletar amostras e trazer à Terra para análises. Com menos de 1 km de distância, esta é a primeira vez que o veículo consegue uma imagem tão nítida do corpo celeste.

O Hayabusa2 foi lançado no final de 2014, com o projeto de conseguir amostras do asteróide, cuja órbita transita entre Marte e Terra, por vezes, passando pela de Vênus. O projeto é que o Hayabusa2 volte a solo terrestre em 2020 com coletas do Ryugu.

Para fazer as imagens divulgadas nesta terça-feira (7), o veículo fez a sua maior aproximação. Na manhã de segunda (no horário do Japão), estava a 20 km do asteroide. Em pouco mais de 9 horas, o Hayabusa2 se aproximou a uma distância de 6 km. Na manhã de desta terça no Japão (equivalente a 8h10 da noite de ontem aqui no Brasil), o veículo atingiu seu ponto mais próximo até o momento: 851 metros. Foi aí que os propulsores foram ligados e o veículo passou a se distanciar.

Espaçonave japonesa Hayabusa2 tira fotos a 851 metros do asteroide Ryugu

Foto: Divulgação

Com esta investida, foi possível coletar fotos tanto da câmera teleobjetiva quando da grande angular. A primeira oferece imagens com proporção de 10 metros a cada centímetro de foto, revelando algumas pedras gigantes na superfície. A junção de ambas as lentes permite tem um olhar mais aberto e outro central do local.

Além das fotos, como o veículo utilizou da gravidade do asteroide para se aproximar. Os cientistas de do grupo JAXA, quem fazem a análise em Terra, também conseguem calcular com mais exatidão a gravidade e consequentemente comprovar a massa.

Com as fotos, todos estes cálculos ajudam a equipe a decidir em qual local será o pouso da Hayabusa2 para coleta. Esta data ainda não está definida, mas deve acontecer nos próximos meses, dentro do cronograma do projeto.

Espaçonave japonesa Hayabusa2 tira fotos a 851 metros do asteroide Ryugu

Foto: Divulgação

Pelas fotos, os cientistas terão um desafio pela frente para pousar o veículo no asteroide. A missão deve ser finalizada apenas em 2020.

CTR Craíbas