tera, 10 de dezembro de 2019. 01:03
<div class='trigger trigger_error'><b>Erro na Linha: #30 ::</b> Undefined variable: Pos<br><small>/home/serjaobl/public_html/themes/serjao_blog2/artigo.php</small><span class='ajax_close'></span></div>

Garotinha dá ‘mata-leão’ em coleguinha de classe que a pediu em casamento

2019-11-26 16:21:00, Por: Sergio Marcos

Garotinha dá ‘mata-leão’ em coleguinha de classe que a pediu em casamento

Foto:Divulgação

Pensar em uma linda criança utilizando um “mata-leão” parece algo anormal?

Uma fofíssima garotinha de 3 aninhos de idade deu um golpe de defesa pessoal, utilizado em artes marciais como o jiu-jitsu, em um coleguinha de classe. O curioso foi que a reação da menina aconteceu depois que ele a pediu em casamento.

Garotinha dá ‘mata-leão’ em coleguinha de classe que a pediu em casamento

Foto:Divulgação

Kynlee McFetridge estuda na pré-escola Saint Charles, no estado americano do Missouri. A mãe da menina descobriu a causa do incidente ao conversar com a filha.

O nome do garotinho é Jack e foi ele quem fez o inapropriado pedido de casamento cujo o qual Kynlee não gostou nadinha. “Mas crianças não deveriam se casar, e por isso eu dei um mata-leão nele, por isso eu fiz isso com ele”, disse kynlee em resposta ao questionamento da mãe.

Apesar do fato inusitado, a razão pela qual Kynlee fez isso é de partir o coração. Quando tinha apenas cinco meses de idade, Kynlee passou por uma cirurgia cardíaca. Seu pai, Scott McFetrige, ensinou à pequenina golpes de luta para que ela fosse capaz de se defender, caso necessário.

Ela disse que o motivo para ensiná-la a lutar foi para que ela fosse capaz de se fortalecer e acompanhar as outras crianças.

Garotinha dá ‘mata-leão’ em coleguinha de classe que a pediu em casamento

Foto:Divulgação

Ainda assim, o pai de Kyleen concorda que ela pode ter passado da conta. Porém, o mais importante é que ele realmente ajudou-a a se fortalecer o suficiente para se defender.

Embora não fosse necessário a utilização da defesa pessoal por parte da garotinha, tudo que aconteceu foi de maneira lúdica e com muita pureza. O pai de Kynlee fez um trabalho incrível quando a ensinou maneiras de se defender e, acima de tudo, lhe devolveu auto estima e confiança.

CTR Craíbas