quinta, 23 de maio de 2019. 12:03
<div class='trigger trigger_error'><b>Erro na Linha: #30 ::</b> Undefined variable: Pos<br><small>/home/serjaobl/public_html/themes/serjao_blog2/artigo.php</small><span class='ajax_close'></span></div>

'Green Book', Lady Gaga e representatividade em alta: 11 momentos do Oscar

2019-02-25 10:26:00, Por: Sergio Marcos

Diretor Peter Farelly comemora estatueta de melhor filme para ‘Green Book

Em um ano que poderia ser histórico, com a vitória de um filme estrangeiro produzido pela Netflix (caso de ‘Roma’) ou de um longa dirigido por um cineasta negro (‘Infiltrado na Klan’ e ‘Pantera Negra’), a escolha da Academia para o principal prêmio da noite não fugiu do convencional. ‘Green Book – O Guia’ foi escolhido o melhor filme.

O longa dirigido por Peter Farrelly é considerado por muitos uma espécie de nova versão de ‘Conduzindo Miss Daisy’, grande vencedor do Oscar em 1990, quase três décadas atrás. A comédia dramática conta a história de um motorista descendente de italianos que arruma um emprego como motorista de um pianista negro, e vai aos poucos deixando o racismo de lado, ao observar de perto os efeitos das leis de segregação racial então vigentes nos Estados Unidos da década de 60.

CTR Craíbas