quinta, 14 de novembro de 2019. 00:08
<div class='trigger trigger_error'><b>Erro na Linha: #30 ::</b> Undefined variable: Pos<br><small>/home/serjaobl/public_html/themes/serjao_blog2/artigo.php</small><span class='ajax_close'></span></div>

Novas manchas de óleo chegam às praias da Península de Maraú

2019-11-09 17:41:00, Por: Sergio Marcos

Novas manchas de óleo chegaram às praias do Cassange e Saquaíra, que fica na Península de Maraú, no sul da Bahia. Nas imagens, registradas neste sábado (9), é possível ver uma grande quantidade de fragmentos de óleo nas duas praias.
 

De acordo com a prefeitura de Maraú, a praia do Cassange foi limpa ainda na manhã deste sábado. Já a praia de Saquaíra, passa por limpeza ao longo da manhã deste sábado com ajuda de voluntários e militares do Exército.


Já em Ilhéus, também na manhã deste sábado, a praia de São Domingos também registrou fragmentos de óleo. Um grupo do Corpo de Bombeiros fez a limpeza do local.

Foto::Divulgação

Já na sexta-feira (8), novos fragmentos de óleo chegaram à praia de Taipu de Fora, que também fica em Maraú, baixo sul da Bahia e em Ilhéus, no sul do estado.


Em Taipu de Fora, os fragmentos foram notados ainda pela madrugada. Durante a manhã de sexta-feira, voluntários se juntaram à prefeitura para fazer a limpeza da praia de Maraú.


Já na orla de Ilhéus, os fragmentos foram notados pela manhã e quem passou pelo local tentou fazer a limpeza. A Secretaria de Meio Ambiente de Ilhéus informou que uma equipe foi encaminhada à orla pela manhã para a limpeza dos fragmentos e que o trabalho está previsto para seguir até sábado (9).

No final da tarde de quinta-feira (7), os fragmentos chegaram também à Praia de Piracanga, que fica no distrito de Barra Grande, também em Maraú. Nesses pontos, equipes do Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Inema) e do Corpo de Bombeiros de Itabuna estão no local para auxiliar na limpeza da praia.


As manchas de óleo chegaram em Taipu de Fora no dia 1º deste mês, cerca de um mês depois de chegar na Bahia. O estado foi o último a receber a substância, que começou a aparecer no começo de outubro.


Ao menos 31 cidades baianas e o Parque Nacional de Abrolhos já foram atingidos. O Governo do Estado decretou situação de emergência.

Os pequenos fragmentos de óleo foram detectados em Abrolhos – berço de baleias-jubarte e de espécies raras de corais foram confirmados pela Marinha no dia 2 de novembro.

CTR Craíbas