segunda, 19 de agosto de 2019. 07:32
<div class='trigger trigger_error'><b>Erro na Linha: #30 ::</b> Undefined variable: Pos<br><small>/home/serjaobl/public_html/themes/serjao_blog2/artigo.php</small><span class='ajax_close'></span></div>

O Sindpol repudia qualquer forma perseguição ao trabalhador

2019-08-10 22:54:00, Por: Sergio Marcos

Foto: Divulgação

O Sindicato dos Policiais Civis de Alagoas (Sindpol) vem a público prestar solidariedade aos 14 jornalistas demitidos pela Pajuçara Sistema de Comunicação nesta semana, em retaliação à greve da categoria contra a redução salarial.

O Sindpol repudia qualquer forma perseguição ao trabalhador. “Isso é uma intimidação ao trabalhador, que está reivindicando melhores condições de manutenção da sua família e de sobrevivência nesse mundo conturbado. Não vamos aceitar o ataque à democracia, à liberdade de expressão e de manifestação de todos os trabalhadores”, defende Ricardo Nazário, presidente do Sindpol.

Os jornalistas alagoanos da Organização Arnon de Melo, da Pajuçara Sistema de Comunicação e da TV Ponta Verde deflagraram greve contra a redução de 40% do piso salarial da categoria em julho. Com uma luta histórica, a categoria derrubou a redução salarial, conquistou o aumento de 3% dos salários e a estabilidade por 90 dias.

O Sindpol se coloca à disposição da categoria dos jornalistas e defende a reintegração imediata desses profissionais.

CTR Craíbas