segunda, 18 de maro de 2019. 16:18
<div class='trigger trigger_error'><b>Erro na Linha: #30 ::</b> Undefined variable: Pos<br><small>/home/serjaobl/public_html/themes/serjao_blog2/artigo.php</small><span class='ajax_close'></span></div>

Sessão da Câmara de Vereadores de Arapiraca

2019-03-13 11:09:00, Por: Sergio Marcos

Foto: Divulgação


A Câmara Municipal de Arapiraca realizou na noite desta terça-feira (12), sua sessão ordinária com os trabalhos dirigidos pelo presidente Jairo Barros e pelo primeiro secretário em exercício, Fabiano Leão.


Foi aprovado requerimento da vereadora Aurélia Fernandes, cobrando do governador Renan Filho, informações sobre a continuação da obra de reforma e ampliação do Hemocentro Regional de Arapiraca, que se encontrada parada há mais de dois anos.


Ela ressaltou, que o Hemocentro Hemoal-Arapiraca funciona em uma casa sem infraestrutura adequada cedida pelo município.


“A reforma no momento se encontra parada, prejudicando o atendimento notadamente dos doadores”, afirmou a parlamentar.


Ela disse ainda, que o Hemocentro de Arapiraca atende a toda a região agrestina e recebe um grande número de doadores, portanto, segundo a vereadora, é premente que as autoridades constituídas tomem uma prosição urgente.

Também foi aprovada indicação do vereador Melquisedec de Oliveira, solicitando à prefeitura, através da secretaria de Educação e Esporte, a construção de uma quadra poliesportiva no Conjunto Frei Damião, no bairro Canafístula.


O pedido foi apoiado pelo vereador Willomaks da Saúde, que enalteceu a iniciativa do colega vereador.


Também foi aprovada indicação assinadas pelos vereadores Fábio Henrique e Willomaks da Saúde, solicitando ao prefeito Rogério Teófilo, a construir um Centro de Medicina Física e Reabilitação no bairro Brasília.


Os parlamentares ressaltaram a importância de um Cemfra no bairro Brasília, principalmente pela grande poipulação e que necessitam urgente desse serviço.


Na parte das explicações pessoais, onde os vereadores discutem temas livres, o vereador Fabiano Leão, criticou durante o governo do estado e a administração municipal, que segundo ele, ficam jogando a responsabilidade quando o assunto é iluminação pública na AL-220, que tem causado graves acidentes, inclusive com vítimas fatais.


Se mostrando bastante indignado com a falta de atenção por parte das autoridades competentes, Fabiano Leão, perguntou se vai ser preciso morrer vítima de um acidente grave ou até morrer, o filho, esposa, pai ou mãe de um deputado, governador, para que se tomem uma providência urgente?


Ele concluiu, lembrando, que em todas as sessões da Câmara Municipal de Arapiraca, os vereadores têm cobrado uma maior atenção para o problema, mas nunca são ouvidos.


“Não estamos aqui falando em nosso nome, mas de uma população que trafega diariamente por aquela AL-220, afirmou ele.


A vereadora Gilvania Barros, falou sobre a Campanha da Fraternidade deste ano, lançada pela Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), com o tema “Fraternidade e Políticas Públicas” e o lema “Serás libertado pelo direito e pela justiça” (Is 1,27).


A vereadora disse que o tema faz com que os agentes públicos, possam construir meios de colocar em prática políticas públicas de cidadania.


Gilvania Barros, disse que desde 1964, a CNBB, vem realizando todos os anos a Campanha da Fraternidade, tendo uma partcipação ativa em temas que dizem respeito à família e a sociedade como um todo, destacou a parlamentar.


Ela também famou sobre a Comissão Setorial do Selo Unicef , onde o Poder Legislativo de Arapiraca, tem assento representada por ela, quando foi discutido o plano de ação, onde o municipio arapiraquense, por três vezes, já integrou o Selo Unicef para a Ciança e a Adolescência.


Ela destacou a importância das secretarias de Educação, Assistência Social e Saúde, que tiveram uma i de suma importância.

O vereador Léo Satunino, falou sobre um encontro ocorrido em Brasília, com representantes de 24 estados e do Distrito Federal que assinaram ontem, (12) documento no qual secomprometem a dar continuidade ao programa Criança Feliz, voltado para crianças de até 6 anos de idade.


Em seu pronunciamento, Léo Saturnino, lembrou que esse programa teve inicio aqui em Arapiraca, quando o então e hoje ministro Osmar Serralho, esteve no município para fazer o lançamento, ainda na gestão da ex-prefeira Célia Rocha.

O vereador Willomaks da Saúde, falou sobre a judicialização no tratamento de pessoas portadoras de câncer.


Ele disse que existem pacientes que necessitam de tratamento com altos valores e que têm que recorrer a justiça para terem direito aos medicamentos e consequentemente, dar continuidade ao tratamento.


O vereador Fábio Henrique, voltou a lamentar a paralisação das atividades do Restaurante Popular, que segundo ele, está fechado desde o ano passado, mesmo com o processo de licitação concluído, de empresa que vai administrar o Restaurante Popular.


Fábio Henrique, disse que os frequentadores do Restaurante Popular, são em sua grande maioria, pessoas que trabalham no comércio de Arapireaca e até também, de pessoas que vêm para o município fazer suas compras e encontram um local com preços acessíveis para se alimentar.


O vereador Fabiano Leão, criticou durante o governo do estado e a administração municipal, que segundo ele, ficam jogando a responsabilidade quando o assunto é iluminação pública na AL-220, que tem causado graves acidentes, inclusive com vítimas fatais.


Se mostrando bastante indignado com a falta de atenção por parte das autoridades competentes, Fabiano Leão, perguntou se vai ser preciso morrer vítima de um acidente grave ou até morrer, o filho, esposa, pai ou mãe de um deputado, governador, para que se tomem uma providência urgente?


Ele concluiu, lembrando, que em todas as sessões da Câmara Municipal de Arapiraca, os vereadores têm cobrado uma maior atenção para o problema, mas nunca são ouvidos.


“Não estamos aqui falando em nosso nome, mas de uma população que trafega diariamente por aquela AL-220, afirmou ele.

CTR Craíbas