domingo, 26 de maio de 2019. 16:21
<div class='trigger trigger_error'><b>Erro na Linha: #30 ::</b> Undefined variable: Pos<br><small>/home/serjaobl/public_html/themes/serjao_blog2/artigo.php</small><span class='ajax_close'></span></div>

Sessão da Câmara de Vereadores de Arapiraca

2019-04-17 18:59:00, Por: Sergio Marcos

Foto: Divulgação


Durante a sessão da noite desta terça-feira (16), da Câmara Municipal de Arapiraca, o vereador Moisés Machado, que támbém é o presidente da Agremiação Sportiva Arapiraquense, apresentou requerimento que foi aprovado por unanimidaede, solicitando ao governador Renan Filho e à secretaria municipal de Educação e Esportes , empenho para que quando iniciar a reforma no Estádio Rei Pelé, seja retirado o placar eletrônico e que o mesmo seja doado para o Estádio Municipal Coaracy da Mata Fonseca, que também passa por reforma.

Moisés Machado, disse que há muito tempo vem solicitando a troca do placar eletrônico no Estádio Municipal e não se resolve, por isso, está fazendo a solicitação.

O parlamentar, pediu aos colegas vereadores, que também assinassem o requerimento para mostrar que não só ele, mas também o Poder Legislativo como um todo, defende a ideia.

O vereador Fabiano Leão, solicitou ao superintendente municipal de Transportes e Trânsito de Arapiraca, Ricardo Teófilo, que encontre meios de revitalizar completamente os pontos de táxi de Arapiraca.

Em sua justificativa, ele disse, que ao passar por esses pontos de táxi, percebeu o sofrimento dos profissionais que enfrentam sol e chuva com a falta de um abrigo digno que possa lhe oferecer conforto.

Ele garantiu, que nos próximos dias, estará fazendo ao lado do superintende da SMTT, uma inspeção também nos pontos de ônibus, onde as pessoas que esperam os coletivos, ficam vários minutos em pé, porque os bancos enferrujados, colocam em risco a saúde dos próprios usuários.

Outra preocupação do vereador, foi com relação a falta de banheiros químicos, onde os taxistas e mototaxistas não têm onde fazer suas necessidades fisiológicas, sendo às vezes, têm que recorrer aos bares e restaurantes e lojas.
Fabiano Leão, também aproveitou a oportunidade, para convidar os demais vereadores, para participarem na manhã desta quarta-feira (17), da igaururação da Avenida Pèdro Tertuliano, que é um sonho daquela comunidade, que vai nebeficiar a Massaranduba, Carrasco, como também, convidou a comunidade católica de Arapiraca, para partcipar na próxima Sexta-Feira da Paixão, da Procissão até o Morro da Massaranduba, saindo da Concatedral de Nossa Senhora do Bom Conselho, às quatro horas da manhã.

A Professora Graça apresentou requerimento que foi aprovado na noite desta terça-feira (13), durante sessão da Câmara Municipal de arapiraca, solicitando a secretaria municipal de Desenvolvimento Rural, criar uma comissão para que seja aplicada a Lei nº 3.236/2016, que dispõe sobre a implantação do Serviço de Iunspeção Municipal (SIM).

Segundo a vereadora, ela lembrou que mesmo sendo sancionado o projeto em 2016, esta lei ainda não foi implantada.
Ele dosse que foi procurada por pessoas do Interal, que solociaram que ela agilisasse para que o SIM fosse implantado em Arapiraca.

A vereadora explicou, que o selo Sim, serve para que seja colocado nos animais ou produtos vegetais, atenstando que os mesmos tem condições de comercialização.

Ela disse, que desde o ano passado, havia cobrado do órgãos uma explicação sobre a não implantação do sistema em arapiraca.

Como resposta, ouviu a firmação dando conta, de os produtos de origem vegetal, não é de competência da secretaria municipal de Agricultura e sim, do ministério da Agricultura.

Ao concluir, a Professora Graça, festejou ao afirmar, que Arapiraca seja pioneira com a implantação do SIM e anunciou, que nos próximos dias, estarão chegando em Arapiraca, através do Sebrae, de uma consultora para fazer uma capacitação com os servidores envolvidos.

A vereadora Gilvania Barros, solicitou ao prefeito Rogério Teófilo, a instalação de placas de regulamentação de carga e descaga na Rua Manoel abreu, no perímetro do Mercado do Artesanato Margarida Gonçalves, no Centro de Arapiraca.

De acordo com Gilvania Barros, os artesãs enfrentam muitos transtornos aos realizarem a carga e descarga de seus produtos por não terem um local apropriado nas imediações para receber seus produtos, onde em sua grande maioria, são caixas de grande porte e precisam de mais tempo para fazerem a descarga.

CTR Craíbas