quinta, 19 de setembro de 2019. 07:18
<div class='trigger trigger_error'><b>Erro na Linha: #30 ::</b> Undefined variable: Pos<br><small>/home/serjaobl/public_html/themes/serjao_blog2/artigo.php</small><span class='ajax_close'></span></div>

Sindpol: Entidades farão atos pelo IPCA

2019-05-25 16:57:00, Por: Sergio Marcos

Sindpol: Entidades farão atos pelo IPCA

Fotos: Divulgação

Com a ameaça do Governo de Alagoas não conceder o reajuste salarial aos servidores públicos neste ano, o presidente do Sindicato dos Policiais Civis de Alagoas (Sindpol), Ricardo Nazário, informa que o Sindicato está se organizando com as entidades para realizar atos públicos, objetivando sensibilizar o governador Renan Filho quanto à concessão do Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), pois as perdas salarias já estão defasadas devido à inflação.

Em entrevista à Gazeta de Alagoas, o secretário da Fazenda de Alagoas, George Santoro, explanou uma possível recessão na economia de Estado. Ricardo Nazário rebate a informação, destacando que é uma desculpa não implementar a reposição inflacionária. “O Sindpol já realizou um ato público, em frente do Palácio pelo IPCA, entretanto, o Governo ainda não se posicionou”, disse.

“A decisão é política, já que não é tratada como reajuste salarial, mas como uma reposição inflacionária, que recompõe a perda com o aumento da inflação. Os servidores públicos perdem o poder de compra e têm seu salário defasado. Não acreditamos na recessão. Os números da economia estadual não demostram que o Estado está em recessão. Houve aumento na arrecadação do ICMS. A economia alagoana é superavitária”, revela o Ricardo Nazário, informando que o Governo de Alagoas, quando fala em folha de pagamento dos servidores públicos, inclui os cargos comissionados, aposentados e pensionistas para dizer que o Estado está no limite da Lei da Responsabilidade Fiscal.

CTR Craíbas