domingo, 26 de maio de 2019. 15:59
<div class='trigger trigger_error'><b>Erro na Linha: #30 ::</b> Undefined variable: Pos<br><small>/home/serjaobl/public_html/themes/serjao_blog2/artigo.php</small><span class='ajax_close'></span></div>

SMTT É MODELO EM PROGRAMA QUE REDUZ ACIDENTE

2019-04-29 14:07:00, Por: Sergio Marcos

SMTT É MODELO EM PROGRAMA QUE REDUZ ACIDENTE

Foto: Divulgação

Reduzir acidentes com motociclistas é o propósito do Programa de Segurança Viária para Motociclistas (PSVM) implantado em Arapiraca. E este foi o tema da primeira reunião entre as Superintendências Municipais de Transportes e Trânsito (SMTT’s) do estado de Alagoas.

O encontro aconteceu na sala multieventos do Sesc na manhã desta segunda-feira (29), com a presença do representante da Chefia de Segurança de Trânsito, Antônio Monteiro, e da analista de Trânsito, Edira Soares, do Departamento Estadual de Trânsito de Alagoas (Detran/AL).

Membros da Diretoria de Educação da SMTT de Arapiraca, Francisco José e Carlos Alberto, participaram da reunião por ter sido o primeiro órgão de trânsito a implantar o programa.

O resultado em Arapiraca foi a redução de acidentes envolvendo motociclistas e a consciência de condutores e da população em relação ao trânsito na cidade e na zona rural de Arapiraca, em que o índice de acidentes chega a ultrapassar os números da zona urbana.

Os dados que serviram de referência para com o programa vieram também de estudos acadêmicos da Universidade Federal de Alagoas (Ufal), tendo como referência o Hospital de Emergência do Agreste Daniel Houly (HE), instalado em Arapiraca, mas que recebe pacientes da região, do Sertão e até de outros estados.

SMTT É MODELO EM PROGRAMA QUE REDUZ ACIDENTE

A proposta de reunir as demais SMTT’s alagoanas, segundo a analista de Trânsito do Detran, Edira Soares, é implantar o programa nos municípios que ainda não têm o PSVM como os órgãos das cidades de Rio Largo, na Região Metropolitana de Maceió, e Delmiro Gouveia, no Sertão do estado.

Para o superintendente da SMTT, Ricardo Teófilo, precursor da instalação do programa em Arapiraca, o PSVM monitorou os dados de acidentes com motociclistas e garantiu a continuidade das ações na gestão do prefeito Rogério Teófilo.

“O programa é muito importante para reduzirmos os índices de acidentes e amplia sua proposta à medida que as parcerias crescem e contribuem para melhorar a situação do trânsito no município a exemplo da Secretaria Municipal de Saúde, universidades e até empresas locais”, afirmou Ricardo Teófilo.
Ampliação da rede

A analista de Trânsito, Edira Soares, ressaltou a ampliação da rede para que o PSVM possa se expandir e ser implantado em outras SMTT’s de Alagoas.
“Pretendendo levar o programa para os municípios que têm SMTT, levando em consideração as ações existentes e aproximar esses municípios aos demais órgãos de trânsito”, disse Edira Soares.
O programa apresenta objetivos em comum que são os dados de acidentes, pesquisas acadêmicas, diagnóstico técnico, planejamento das ações e a criação de programas para reduzir os índices de acidentes.

As ações do PSVM já chegaram aos municípios de Arapiraca, Craíbas, Lagoa da Canoa, Traipu, e Girau do Ponciano, englobando mais de quatro mil alunos das redes municipal e estadual.
Este ano, o PSVM vai fortalecer as ações na zona rural de Arapiraca com a participação de agentes comunitários de Saúde, que serão multiplicadores das informações necessárias para conscientizar condutores e, assim, reduzir os números de acidentes com motociclistas.

“É um trabalho feito em parceria e que tem o comprometimento de todos os órgãos envolvidos e por isso tem dado certo para que possamos permanecer na luta na redução dos índices de acidentes de trânsito, em especial, com motociclistas”, concluir Francisco José, diretor de Educação para o Trânsito da SMTT de Arapiraca.

 

CTR Craíbas