quinta, 19 de setembro de 2019. 08:37
<div class='trigger trigger_error'><b>Erro na Linha: #30 ::</b> Undefined variable: Pos<br><small>/home/serjaobl/public_html/themes/serjao_blog2/artigo.php</small><span class='ajax_close'></span></div>

Som Automotivo gera emprego e renda

2019-05-17 08:09:00, Por: Sergio Marcos

Foto: Divulgação

A Associação de Som Automotivo de Arapiraca e região ( ASAAR) CNPJ:22.878.992/0001-97, através do seu presidente, Sr. Igor Bará, vem por meio deste, fazer um apelo às autoridades e órgãos competentes, que apliquem a lei em todos os proprietários / usuários de som que estejam utilizando seu aparelho de forma inadequada ou/em lugares que não sejam apropriados, para que sirva de exemplo, e não fazendo com que as pessoas que usam de forma adequada, sejam prejudicados pela indisciplina de outros.

Lei deve ser respeitada e cumprida.


Vale frisar que o som automotivo é um hobby que exige investimentos pesados em equipamentos de alta qualidade nos veículos.

Envolve muita gente, pais e mães de famílias, e não é uma coisa de gente com cabeça vazia ou que não se preocupa com o bem estar dos outros.

Ao contrário do que dizem, o som automotivo também é geração de emprego e renda. Pois, existem inúmeros profissionais que dependem dessa classe, entre eles, o marceneiro que faz as caixas de som, serralheiro que elabora as estruturas metálicas, pintor, instalado de som, regulador de som automotivo e etc.


Sem falar do aumento das vendas diretas e indiretas na cidade, ou seja, não é um benefício apenas para nós que utilizamos dessa atividade, mas para todos aqueles que quiserem  desfrutar dela, como vendedores ambulantes, funcionários para as lojas, aberturas de novas lojas de sons automotivos, com apresentações e disputas nacionais e estaduais.


Destacamos também os impostos ST e FECOEP que são pagos 33% em peças de som automotivo. Produto profissional adaptado para uso do som automotivo é de 27% ST e FECOEP (fundo de combate a pobreza).

Vale ressaltar ainda, que a Associação de Som Automotivo, preza pela educação sonora e pela paz das ambientações inapropriadas. Lembrando que: todos temos direito quando respeitamos o direito do próximo. Certos de que possamos contar com sua compreensão, estamos dispostos a esclarecer qualquer dúvida.

CTR Craíbas