quarta, 20 de marÁo de 2019. 12:18
<div class='trigger trigger_error'><b>Erro na Linha: #30 ::</b> Undefined variable: Pos<br><small>/home/serjaobl/public_html/themes/serjao_blog2/artigo.php</small><span class='ajax_close'></span></div>

Vale promete acabar com todas as barragens como Brumadinho e Mariana

2019-01-30 10:46:00, Por: Sergio Marcos

Vale promete acabar com todas as barragens como Brumadinho e Mariana

Foto: Divulgação

O presidente da Vale, Fabio Schvartsman, disse na noite desta terça-feira (29) que a empresa se compromete a acabar com barragens como as de Mariana e Brumadinho (MG). O modelo a montante é mais barato e se rompeu nas duas tragédias.

A mineradora tem ainda dez barragens a montante, todas em Minas Gerais. Elas j√° est√£o inativas, por√©m t√™m opera√ß√Ķes da Vale em seu entorno. Por isso, segundo a empresa, ser√° necess√°rio parar imediatamente as atividades pr√≥ximas √†s minas que ainda t√™m barragens desse tipo.

O processo de desativa√ß√£o demorar√° de um a tr√™s anos, dependendo do caso. Segundo Schvartsman, o descomissionamento das barragens demandar√° um investimento de R$ 5 bilh√Ķes e, portanto, a mineradora j√° espera ter forte impacto financeiro.

‚ÄúOs projetos est√£o prontos e ser√£o enviados aos √≥rg√£os respons√°veis nos pr√≥ximos 45 dias. Ap√≥s a concess√£o das licen√ßas ambientes,¬†iniciaremos imediatamente o processo para que todas sejam descomissionadas‚ÄĚ, afirmou o presidente da Vale.

‚Äú√Č um esfor√ßo in√©dito de uma empresa de minera√ß√£o no sentido de dar resposta cabal √† altura da enorme trag√©dia que tivemos em Brumadinho‚ÄĚ, disse Schvartsman.

A barragem a montante é erguida por meio de degraus, que ficam sobre os rejeitos de minério. Além dela, existem outros dois tipos de construção: a jusante e por linha de centro.

A primeira cresce na dire√ß√£o da corrente dos res√≠duos, formando uma esp√©cie de pir√Ęmide que segura a lama. Os alteamentos n√£o s√£o erguidos sobre res√≠duos, mas a partir do dique de partida. O m√©todo pode ser at√© tr√™s vezes mais caro do que aquele a montante e ocupa mais espa√ßo.

Já a barragem por linha de centro é uma espécie de combinação dos dois tipos. Os degraus são erguidos uns por cima dos outros, seguindo uma linha de centro vertical. Alguns ficam acima dos resíduos, outros sobre o dique de partida.

Na tarde desta terça, o ministro de Minas e Energia, Bento Costa Lima, já havia afirmado que a Vale se comprometera com o governo de Minas Gerais a desativar as barragens críticas.

Há três anos, na tragédia de Mariana, foram 19 mortes após o rompimento da barragem da Samarco, controlada pela Vale e pela mineradora anglo-australiana BHP Billiton. A de Brumadinho, da Vale, já soma 84 vítimas após cinco dias de buscas, além de 276 pessoas que seguem desaparecidas.

Pouco antes da tragédia mais recente, a Vale fechou a compra de uma empresa que elimina necessidade de barragens. A New Steel, startup brasileira que desenvolve novas formas de mineração, é responsável pelo desenvolvimento de um processo de extração de ferro a seco.

Ela foi comprada por US$ 500 milh√Ķes ( R$ 1,9 bilh√£o) em neg√≥cio anunciado em dezembro e autorizado pelo Cade (Conselho Administrativo de Defesa Econ√īmica) no in√≠cio de janeiro. A negocia√ß√£o foi iniciada h√° dois anos, um ano depois do desastre de Mariana.

Com Folhapress

CTR Craíbas