sŠbado, 16 de fevereiro de 2019. 00:01
<div class='trigger trigger_error'><b>Erro na Linha: #30 ::</b> Undefined variable: Pos<br><small>/home/serjaobl/public_html/themes/serjao_blog2/artigo.php</small><span class='ajax_close'></span></div>

Veruska Seibel Boechat sobre morte do marido: "Pior dia da minha vida"

2019-02-11 18:21:00, Por: Sergio Marcos

Veruska Seibel Boechat sobre morte do marido: "Pior dia da minha vida"

Foto: Divulgação

A jornalista¬†Veruska Seibel Boechat, 46, estava em casa esperando o marido, o apresentador Ricardo Boechat quando recebeu a¬†not√≠cia de sua morte nesta segunda-feira (11). ‚ÄúPior dia da minha vida‚ÄĚ, escreveu ela, que publicou uma foto do casamento, realizando em 2005, em que eles aparecem se abra√ßando.

Ele¬†foi uma das v√≠timas da queda de um¬†helic√≥ptero que ocorreu nesta manh√£ no Rodoanel, em S√£o Paulo. A informa√ß√£o foi confirmada pela TV Bandeirantes, onde ele era √Ęncora tanto na r√°dio quanto na TV.

Boechat voltava de uma palestra em Campinas no momento da queda. A ideia do jornalista era voltar para a casa e almoçar com a esposa e as filhas, Valentina, 12, e Catarina, 10. Ele também era pai de outros quatro filhos: Bia, 40, Rafael, 38, Paula, 36, e Patricia, 29, frutos do primeiro casamento. A informação da morte foi dada ao vivo pelo jornalista e colega da Band, José Luiz Datena, que estava muito emocionado e não conteve as lágrimas.

‚ÄúEstou profundamente triste. √Č como se n√≥s perd√™ssemos um ente querido. Ele era uma pessoa especial. N√£o era s√≥ um jornalista primoroso que voc√™s costumavam ver, era o cara que sa√≠a para jogar bola com os meninos [funcion√°rios da Band, da mesma equipe]. Ele sempre foi poderoso, mas tinha o poder que poucos poderosos t√™m. Al√©m do dom da palavra, ele tinha o dom do amor. J√° vivi momentos muito dolorosos na minha vida, mas esse √© um dos piores momentos da minha vida. N√£o imaginava que fosse noticiar a morte dele, ele estava aqui hoje cedo.‚ÄĚ

“Na quarta-feira passada, ele veio fingir que ia cochichar algo em meu ouvido e me deu um beijo na bochecha dizendo que era só para me beijar mesmo. Até que ponto realmente vale a pena? Até que ponto a vida é legal? Se o Boechat estivesse aqui, ele diria que a vida vale a pena pra caramba“, disse Datena.

William Bonner, Ana Paula Padrão, Fátima Bernardes, Jair Bolsonaro também lamentaram a morte do jornalista.

Carreira
Nascido em Buenos Aires, Ricardo Eug√™nio Boechat, tinha 66 anos, e √© um dos jornalistas mais importante do Brasil. Ele come√ßou a carreira na d√©cada de 70 no ‚ÄúDi√°rio de Not√≠cias‚ÄĚ, e trabalhou no principais jornais do pa√≠s, como ‚ÄúO Globo‚ÄĚ, ‚ÄúO Dia‚ÄĚ, ‚ÄúO Estado de S. Paulo‚ÄĚ e ‚ÄúJornal do Brasil‚ÄĚ. Atualmente, trabalhava como √Ęncora do ‚ÄúJornal da Band‚ÄĚ e da r√°dio BandNews FM. J√° foi diretor de jornalismo na Band e mantinha uma coluna na revista ‚ÄúIsto√©‚ÄĚ, a √ļltima publicada na sexta-feira, 8 de fevereiro.

Ganhador de tr√™s pr√™mios Esso (um dos mais importantes da categoria), foi o √ļnico a vencer em tr√™s categorias do Pr√™mio Comunique-se ( √Ęncora de r√°dio, colunista de not√≠cia e √Ęncora de TV). Tamb√©m foi eleito o jornalista mais admirado na pesquisa do site Jornalistas & Cia em 2014, que elegeu os 100 principais profissionais do mercado. Ele tamb√©m trabalhou na secretaria de Comunica√ß√£o Social no governo Moreira Franco.

√Č tamb√©m autor tamb√©m do livro ‚ÄúCopacabana Palace ‚Äď Um Hotel e Sua Hist√≥ria‚ÄĚ (DBA, 1998), que contou a trajet√≥ria do hotel mais exclusivo e sofisticado do pa√≠s.

CTR Craíbas